Edital publicado: Concurso Prefeitura de Urussanga para diversos cargos

prefeituraurussanga-editalpublicado

A banca organizadora Instituto O Barriga Verde (IOBV) publicou ontem, 04 de julho, edital de abertura de concurso público que visa prover 44 vagas para o quadro pessoal da Prefeitura de Urussanga, exigindo diversos níveis de escolaridade.

As provas objetivas estão previstas para o dia 19 de agosto, e os candidatos devem se inscrever pelo site da banca até o dia 02 de agosto, podendo fazer a inscrição para dois cargos, desde que as provas sejam em turnos diferentes.

Confira as oportunidades, com remuneração variando de R$ 1.078,00 até R$ 9.405,00.

→ Ensino Fundamental:

  • Agente Comunitário de Saúde (matutino)
  • Técnico de Enfermagem (matutino)

→ Ensino Médio:

  • Auxiliar de Saúde Bucal (matutino)
  • Artesão (vespertino)
  • Técnico de Saúde Bucal (vespertino)

→ Ensino Superior:

  • Monitor/Facilitador de oficina – atividade física, lazer e recreação (matutino)
  • Monitor/Facilitador de oficina – arte e cultura (matutino)
  • Médico Clinico Geral (NASF) (matutino)
  • Médico Clínico Geral (CAPS) (matutino)
  • Odontólogo (CEO) (matutino)
  • Odontólogo Periodontista (matutino)
  • Psicólogo Programas (matutino)
  • Assitente Social Programas (vespertino)
  • Enfermeiro (vespertino)
  • Educador Físico (vespertino)
  • Monitor/Facilitador de oficina dança e expressão corporal (vespertino)
  • Médico Clínico Geral (ESF) (vespertino)
  • Médico Ginecologista/Obstetrícia (vespertino)
  • Médico Pediatra (vespertino)
  • Médico Psiquiatra Programas (vespertino)
  • Odontólogo (ESF) (vespertino)

O concurso tem validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Confira o edital completo do concurso.

Anúncios
Publicado em Concursos e Editais | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Anunciado novo concurso público para o DEAP

concurso-agentes-prisionais

Foi decretado ontem, 03 de julho, pelo governador Eduardo Pinho Moreira, situação de emergência no sistema prisional de Santa Catarina. Segundo divulgado pelo portal da Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania (SJC), o número de prisões efetuadas esse ano até 15 de junho já superou o total de 2017.

Com o decreto de situação de emergência, algumas barreiras burocráticas são superadas mais facilmente para a criação das 1.436 novas vagas que são necessárias no sistema prisional.

Como resultado, o governador anunciou novo concurso público para contratação de Agentes Prisionais, com objetivo de aumentar o quadro pessoal para suprir as necessidades das unidades que sofrerão expansão.

A previsão é de que o novo certame contrate até 807 novos servidores e que o processo seja concluído em até 210 dias.

ÚLTIMO CONCURSO DEAP
No início de 2018, a SJC abriu processo seletivo para preencher 190 vagas neste cargo. O requisito mínimo é de nível superior completo e oferece remuneração de R$ 3.729,81, além de auxílio alimentação no valor mensal máximo de R$ 264,00.

O último concurso para Agente Prisional aconteceu em 2013, organizado pela FEPESE. Nesta ocasião, foram oferecidas 270 vagas para candidatos do sexo masculino e 30, para feminino.

O certame contou com 5 etapas, sendo: prova objetiva, prova de capacidade física, prova de aptidão psicológica, exame toxicológico e investigação social.

Na prova objetiva, os candidatos precisaram responder a 70 questões, sendo 40 de conhecimentos específicos (Direito Administrativo, Direito Constitucional, Direito e Processo Penal e Legislação Estadual) e 30 de conhecimentos gerais (Língua Portuguesa, Noções de Informática e Direitos Humanos).

Publicado em Agente Prisional (DEAP), Concursos e Editais, Segurança Pública | Marcado com , , , , , , , , | 3 Comentários

As 3 fases da preparação para concurso público

as-3-fases-de-preparacao-concurso

Sabemos que estudar para concurso público pode se tornar uma rotina árdua, que requer muita energia e planejamento do concurseiro. E muitos concurseiros ainda pecam na falta de organização, que é essencial em sua preparação com foco nesses concursos mais concorridos.

É importante entender que a preparação não deve iniciar apenas após a publicação do edital de seu interesse. Concursos altamente concorridos exigem que os candidatos estejam estudando com muita antecedência para que possam apresentar a competitividade necessária para este tipo de prova.

Para ajudar você a entender como estudar para provas nas diferentes fases da preparação, separamos essas dicas importantes que vão ajudar no seu planejamento de estudos.

1. Início

Enquanto o edital do concurso dos seus sonhos não é publicado, ou enquanto você ainda não tem um foco específico, é importante se concentrar nas disciplinas mais recorrentes de concursos públicos em geral.

Língua Portuguesa, Informática, Matemática, Administração, Direito Constitucional e Direito Administrativo são ótimas apostas para iniciar seus estudos. Essas disciplinas são comumente cobradas em concursos para os mais diversos cargos, principalmente na área administrativa.

Para esta fase da preparação, o ideal é você buscar um curso extensivo que seja preparatório para concursos em geral. Assim, o foco estará em criar uma base teórica dessas disciplinas mais comuns e não em estudar para um edital específico.

Quando você inicia os estudos sem a pressão de uma data de prova já marcada, você consegue focar em entender o conteúdo em sua forma mais básica e assim, quando definir o concurso para o qual você quer estudar, você já conhecerá a teoria e poderá, então, direcionar os estudos.

2. Pré-edital

Já construiu uma base com as disciplinas mais recorrentes? Definiu o concurso para o qual você está se preparando? Agora é hora de começar a direcionar os estudos!

Muitos órgãos públicos já têm tendências a contratar certas bancas para organizarem seus certames. Por isso, é possível já ter algum direcionamento nos estudos, antes mesmo da contratação. De toda forma, assim que a instituição organizadora for definida, é hora de focar os estudos nessa instituição.

Cada banca tem um perfil e um jeito de tratar os assuntos. A Fundação Getúlio Vargas, por exemplo, tem características bem únicas em suas provas de Língua Portuguesa. Esse é o momento de conhecer quem irá realizar o concurso.

Procure o histórico da banca. Ela já realizou algum certame para o órgão que você está almejando? Algum outro órgão similar? Busque as provas anteriores realizadas por ela e selecione as questões das disciplinas que serão cobradas em seu concurso. Dessa forma, você poderá conhecer como a banca cobra determinado assunto e quando chegar o dia da prova, você evitará surpresas.

Nessa fase, vale investir em cursos pré-editais que te proporcionarão preparação focada em um determinado concurso. Após ter construído uma base dos conceitos gerais das principais disciplinas, você conseguirá focar na prova para qual está se preparando.

3. Pós-edital

Quando o edital do concurso que você almeja for publicado, você já precisa estar no ritmo certo de estudos. Aguardar a publicação do edital para dar início aos estudos é uma aposta arriscada. As provas estão cada vez mais concorridas e quem estuda com antecedência sai na frente.

Após ter feito toda uma preparação pré-edital, chegou a hora de focar 100% no conteúdo programático do seu edital. Você já tem conhecimento dos conteúdos e já conhece a banca, o plano agora é analisar com profundidade o que consta no edital e verificar quais são suas maiores dificuldades para estudar com afinco e revisar os conteúdos que tem mais facilidade.

Cursos pós-editais costumam ter um ritmo mais avançado, até pelo pouco tempo que costuma existir entre o momento da publicação do edital e a data da prova. Buscar um curso que foque 100% no seu concurso é ideal para finalizar seus estudos com acompanhamento de professores que são especialistas em concursos públicos.

Em qual fase você se encontra?

Saber identificar a fase da preparação em que você se encontra é fundamental para traçar um plano de estudos eficaz. Tenha força e foco e bons estudos!

Publicado em Concursos e Editais, Dicas de estudos, Vida de Concurseiro | Marcado com , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Concurso Polícia Federal 2018: Inscrições prorrogadas

blog - inscricoes prorrogadas

O concurso da Polícia Federal 2018, que tinha as inscrições encerrando hoje, 02/07, ganhou novo prazo: os candidatos podem se inscrever para o certame até o dia 07/07, pelo site da banca.

São 500 vagas abertas, para os cargos de Agente, Escrivão, Delegado, Perito e Papiloscopista, com salários de até R$ 22.672,48. As provas estão previstas para o dia 19/08, nos turnos matutino e vespertino para o cargo de Delegado e somente vespertino para os demais cargos.

Além das provas escritas, os candidatos também serão submetidos a diversas outras etapas, incluindo exame de aptidão física, avaliação médica, avaliação psicológica e avaliação de títulos, além de prova oral para os candidatos ao cargo de Delegado e prova prática de digitação para Escrivão.

Confira a prorrogação no site da banca.

→ Prepare-se para o Concurso da Polícia Federal com o Rico

O Rico Domingues oferece um curso presencial avançado de resolução de questões CESPE. Uma metodologia diferenciada em que o conteúdo do edital é revisado e sedimentado a partir de questões. Assim, você aprende a “pensar como a banca”.

Nosso curso conta também com 4 simulados CESPE, o que será o grande diferencial nesse concurso. Afinal, como uma questão errada anula uma correta, o treino e a metodologia de como fazer a prova serão tão importantes quanto domínio do conteúdo.

Clique aqui para todas as informações dos cursos preparatórios para o concurso Polícia Federal.

Publicado em Concursos e Editais, Concursos Nacionais, Polícia Federal (PF) | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário

140 cargos de Auditor Fiscal vagos na Fazenda Estadual

Em entrevista recente, o presidente do Sindicato dos Fiscais da Fazenda, o auditor fiscal Achilles Cesar Casarin Barroso Silva, comentou sobre a situação dos cargos vagos na Secretaria de Estado da Fazenda de Santa Catarina.

Achilles aponta que são 500 vagas para o cargo de Auditor Fiscal da Receita Estadual previstas por lei no quadro lotacional, sendo distribuídas nas 15 gerências regionais. Destas 500 vagas, 140 estão disponíveis para serem preenchidas.

Além disso, 100 auditores ativos já podem requerer aposentadoria, o que pode aumentar ainda mais o déficit de Auditores Fiscais do estado.

De acordo com Achilles, o tempo de formação de um novo profissional varia de 2 a 3 anos após ingressar na carreira fiscal, por isso ele teme que se novos concursos não forem abertos em pouco tempo, os auditores mais experientes não conseguirão transmitir seus conhecimentos aos novos contratados.

NOVO CONCURSO
O presidente do sindicato conclui que, apesar de ainda não terem tido sucesso em conseguir a autorização de novo concurso, eles continuam solicitando com urgência a realização de certame para prover, no mínimo, 50 novos cargos.

Fonte: Vvale

Publicado em Carreira Fiscal, Concurso SEFAZ, Concursos e Editais | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Como estudar Administração Pública da FGV para o TJSC?

capa-como-estudar-admpublica

Um dos editais mais aguardados do ano chegou e para que você possa complementar seus estudos da maneira mais eficiente, elaboramos conteúdos específicos para o Concurso TJSC, cuja banca organizadora é a FGV. O edital já foi publicado e há vagas para os níveis médio e superior.

A professora de Administração Pública do Rico Domingues, Tamilly Viríssimo, te ajuda na preparação para a prova da FGV para o TJSC. Confira:

► Analisando o edital da FGV, o que a professora acha que provavelmente terá mais enfoque nesta prova?

A FGV é um centro de estudos avançado de Administração Pública, assim, consegue elaborar questões com alta densidade teórica, sem recorrer a padrões utilizados por outras bancas. Então, ao invés de esperar questões comumente encontradas em outras bancas (Modelos Teóricos da Administração Pública e Reformas Políticas), o grande foco da Fundação é POLÍTICAS PÚBLICAS. As questões da FGV também demandam um olhar crítico e com aplicação prática do conteúdo, não espere apenas o conteúdo teórico de Políticas Públicas, mas em um caso concreto. Além disso, seguindo um padrão geral de todas as bancas, outro assunto a ser abordado e recentemente em alta: GESTÃO POR RESULTADOS NA ADMINISTRAÇÃO PUBLICA.

► Quais assuntos acha que o candidato deve ter mais atenção para estudar em Administração Pública?

A grande atenção será para Políticas Públicas! E uma dica: leia a teoria e a todo tempo reflita sobre exemplos para cada etapa do ciclo de Políticas Públicas e suas tipologias.

► Quais assuntos de Administração Pública os candidatos costumam errar? Como podem evitar esses erros?

O preconceito com a Administração Pública em nossa realidade fática acaba induzindo o candidato a erros na resolução da prova, o principal deles é encontrar apenas desvantagens na Burocracia. O que sempre digo para os meus alunos: “se até o Bresser Pereira, o mais gerencial dos autores, viu benefícios na Burocracia, não caiam na tentação de assinalar assertivas que contenham apenas críticas a Burocracia”.

► Como acredita que ficará a divisão dos assuntos de Administração Pública pelo número de questões?

O edital do último concurso é muito semelhante a esse, então a distribuição das questões deve seguir a mesma linha. Outro ponto interessante desta banca é a elaboração de questões que englobam diversos conteúdos, restando difícil a categorização por assunto. No concurso passado foram 2 questões de Políticas Públicas, 1 de Estado de Bem Estar Social, 2 de Gestão por Resultados (contendo Reformas Administrativas, Governança e Governabilidade) e 2 de Flexibilização da ação estatal (como esse conteúdo não está neste edital, deve se desmembrar em 1 questão de Governança e outra sobre a Reforma Gerencial).

► A prática de exercícios para Administração Pública é recomendada? Quais?

Claro! Será dessa maneira que você se habituará aos termos utilizados. Como já falei, as questões da FGV também demandam um olhar crítico e com aplicação prática do conteúdo. Como não existem tantas questões de Administração Pública, quando finalizá-las, façam da Cespe, FCC e Esaf.

► Gostaria de dar uma dica de estudo para quem vai realizar as provas desse concurso?

Já fui concurseira, tive aprovação em alguns concursos e durante esses anos que dou aula no Rico Domingues Concursos, vendo tantos aprovados, cheguei a uma conclusão, que pode soar meio óbvia, mas é real: quem passa no concurso não é o mais inteligente e sim o mais bem preparado psicologicamente. Muitos estudam sem acreditar que será possível a aprovação, responsabilizando a falta de tempo, de estudo, o emprego que suga tempo e energia, a grana curta.

Muitos olham apenas para os lados, se comparam aos colegas e se sentem em posição inferior sempre. Não entendem que todos travamos batalhas diárias e possuímos problemas – de ordem e complexidade diferentes, mas todos tem – o que nos diferencia é a maneira como lidamos com eles.

A minha dica não será de estudo – até porque, cada um vai encontrar seu método -, mas será um alerta para quem prestará a prova: confie na aprovação! Sem isso, já adianto, ela não virá!

Quando fiz o concurso para o TRT, já havia escolhido o anel que me daria de presente – antes mesmo da prova. Tenho certeza que o foco e obstinação que sempre guiaram meu caminho foram fatores cruciais para alcançar o primeiro lugar.

► Qual sua visão sobre o concurso do TJ/SC? É um bom investimento?

Sou Analista Judiciário – Área Administrativa no Tribunal Regional do Trabalho e temos muito contato com os servidores do TJ/SC. O Poder Judiciário, num contexto geral – e o Tribunal de Justiça catarinense endossa com peso este cenário – é o Poder mais técnico, profissionalizado e distante das interferências políticas da Administração Pública.

Prova disso são os índices avançados dos Tribunais no Levantamento de Governança de Pessoas do Tribunal de Contas da União – que também analisa os Tribunais de Justiça. Governança na administração pública se refere a uma série de práticas e sistemas que demonstram a capacidade de um Estado em formular, planejar, programar e cumprir suas funções visando ao bem-estar da sociedade. Quanto mais valor se entrega, melhor costuma ser a governança. Assim, trabalhar num órgão situado nas melhores posições é garantia de ambiente corporativo destacado.

Desse modo, aliado a um ambiente que possibilita crescimento profissional, capacitação continuada, o Tribunal de Justiça proporciona ainda salários convidativos e possibilidade de ocupação de funções e cargos comissionados. E, ainda, para os mais vaidosos, status e prestígio social, que poucos órgãos têm quanto o Poder Judiciário.

 

Com essas dicas da Profª Tamilly Viríssimo, você já pode dar um gás em sua preparação para o concurso TJSC com a FGV.

Deixe a gente te ajudar também a ser servidor do TJSC! Venha com o Rico Domingues: Cursos em ritmo avançado com resolução de + de 1.000 questões. Saiba mais: http://bit.ly/CursoTJSC2018

 

Publicado em Concursos e Editais, Concursos Tribunais, TJ SC | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Como estudar Lei de Acesso à Informação para o TJSC?

capa-como-estudar-LAI

Um dos editais mais aguardados do ano chegou e para que você possa complementar seus estudos da maneira mais eficiente, elaboramos conteúdos específicos para o Concurso TJSC, cuja banca organizadora é a FGV. O edital já foi publicado e há vagas para os níveis médio e superior.

A professora de Português do Rico Domingues, Mercedes Bonorino, te ajuda na preparação para a prova da FGV para o TJSC. Confira:

► Analisando o edital da FGV, o que a professora acha que provavelmente terá mais enfoque nesta prova?

O enfoque provavelmente a ser adotado pela banca recairá especialmente na parte da transparência de dados e informações públicas.

► De acordo com as provas anteriores, o que você acha que provavelmente terá mais enfoque nesta prova?

Realizando a análise de provas anteriores o enfoque recairá além das questões sobre transparência na administração pública, questões tangenciando aspectos do orçamento público e administração.

► Quais assuntos acha que o candidato deve ter mais atenção para estudar em Lei de Acesso à Informação?

Atenção recairá especialmente sobre o capitulo que tratada das informações sigilosas e das informações pessoais.

► Quais assuntos de LAI os candidatos costumam errar? Como podem evitar esses erros?

Especialmente quando estamos nos referindo a prazos, de modo que esses erros podem ser evitados através de resolução de questões associada com a leitura da lei de acesso à informação.

► Como acredita que ficará a divisão dos assuntos de LAI pelo número de questões?

Acredito que para essa prova o número de questões de Lei de Acesso à Informação seja entre 1 ou 2 questões.

► A prática de exercícios para LAI é recomendada? Quais?

A resolução de questões da banca organizadora do concurso é de extrema importância, uma vez que oportuniza ao candidato verificar de que forma a FGV dispõe sobre as questões e quais as temáticas mais recorrentes em suas provas.

► Gostaria de dar uma dica de estudo para quem vai realizar as provas desse concurso?

A dica primordial é realizar questões da banca FGV, especialmente das últimas provas que já foram realizadas nesse ano de 2018.

► Acredita que as questões das últimas provas do TJ-SC foram bem elaboradas e distribuídas, quando trata-se de LAI?

Acredito que as questões das últimas provas foram bem elaboradas e bem distribuídas.

► Qual sua visão sobre o concurso do TJ/SC? É um bom investimento?

Excelente investimento, especialmente pelos relatos de alunos que passaram no último concurso tecendo elogios a respeito do excelente clima organizacional e um bom plano de carreira. Acredito ser também um ótimo investimento pelo número de candidatos que são nomeados.

Assista à videoaula de Lei de Acesso à Informação para o Concurso TJSC 2018.

LAI

Com essas dicas da Profª Franciele Espíndula, você já pode dar um gás em sua preparação para o concurso TJSC com a FGV.

Deixe a gente te ajudar também a ser servidor do TJSC! Venha com o Rico Domingues: Cursos em ritmo avançado com resolução de + de 1.000 questões. Saiba mais: http://bit.ly/CursoTJSC2018

Publicado em Concursos e Editais, Concursos Tribunais, TJ SC | Marcado com , , , , , , , , | Deixe um comentário

Como estudar Raciocínio Lógico da FGV para o TJSC?

capa-como-estudar-raciocinio

Um dos editais mais aguardados do ano chegou e para que você possa complementar seus estudos da maneira mais eficiente, elaboramos conteúdos específicos para o Concurso TJSC, cuja banca organizadora é a FGV. O edital já foi publicado e há vagas para os níveis médio e superior.

O professor de Raciocínio Lógico do Rico Domingues, André Domingues, te ajuda na preparação para a prova da FGV para o TJSC. Confira:

► Analisando o edital da FGV, o que o professor acha que provavelmente terá mais enfoque nesta prova?

Na parte algébrica do Raciocínio Lógico a banca terá maior enfoque em Negação e Equivalência. Na argumentação, os assuntos mais cobrados serão os diagramas lógicos e algébricos. É importante também cuidar com relações arbitrárias, principalmente a parte de posicionamento e/ou ordenamento, além de Raciocínios Temporal e Espacial, regra de três e porcentagem.

► Quais assuntos acha que o candidato deve ter mais atenção para estudar em Raciocínio Lógico?

Negação e equivalência são assuntos que a FGV adora e é importante cuidar para não confundir uma com a outra. E cuidar também com os raciocínios para não perder tempo, nem cair em “pegadinhas”.
Continuar lendo

Publicado em Concursos e Editais, Concursos Tribunais, TJ SC | Marcado com , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Como estudar Direito Processual Civil da FGV para o TJSC?

capa-como-estudar-processo-civil

Um dos editais mais aguardados do ano chegou e para que você possa complementar seus estudos da maneira mais eficiente, elaboramos conteúdos específicos para o Concurso TJSC, cuja banca organizadora é a FGV. O edital já foi publicado e há vagas para os níveis médio e superior.

O professor de Processo Civil do Rico Domingues, Felipe Ramos, te ajuda na preparação para a prova da FGV para o TJSC. Confira:

► Analisando o edital da FGV, o que o professor acha que provavelmente terá mais enfoque nesta prova?

Dado o histórico de provas  da FGV, o enfoque do concurseiro vencedor deve ser: prazo e forma. Ele deve atentar-se para o texto da legislação, sempre tentando guardar pormenores alusivos à ritualística do processo civil: a forma e o prazo e modo de produção dos atos processuais.

► Quais assuntos acha que o candidato deve ter mais atenção para estudar em Processo Civil?

O foco, sem dúvida, deve ser o estudo das novidades trazidas pelo Novo Código de Processo Civil. Continuar lendo

Publicado em Concursos e Editais, Concursos Tribunais, TJ SC | Marcado com , , , , , , , , , , , , , , | Deixe um comentário

Requisitos e atividades dos cargos de Agente e Escrivão de Polícia Federal

blog - atividades e requisitos

→ Requisitos dos cargos de Agente e Escrivão

► Nacionalidade brasileira ou portuguesa e, no caso da portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade entre brasileiros e portugueses;
► Estar quite com as obrigações militares (candidatos do sexo masculino) e eleitorais;
► Possuir Carteira Nacional de Habilitação, categoria “B”, no mínimo;
► Ensino superior completo em qualquer área de formação.

→ Vagas ofertadas para os cargos de Agente e Escrivão

► 180 vagas para Agente de Polícia Federal, com jornada de 40 h/semanais e remuneração de R$ 11.983,26;
► 80 vagas para Escrivão de Polícia Federal, com jornada de 40 h/semanais e remuneração de R$ 11.983,26;

► Serão disponibilizadas vagas, preferencialmente, nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins e em unidades de fronteira.

→ As fases do concurso para os cargos de Agente e Escrivão

► Prova objetiva: 120 questões divididas em 03 blocos, sendo que o Bloco I tem 60 questões, o Bloco II, 36 e o Bloco III, 24.
► Prova discursiva: Elaboração de texto dissertativo de até 30 linhas.
► Exame de aptidão física: Teste em barra fixa; teste de impulsão horizontal; teste de natação (50 m); e teste de corrida de 12 minutos.
► Prova prática de digitação: exclusivo para o cargo de Escrivão, com duração de 10 minutos.
► Avaliação médica.
► Avaliação psicológica.

→ Atividades do cargo de Agente

Resultado de imagem para agente de policia federalA função do Agente de Polícia Federal é fazer com que a lei seja cumprida. De forma geral, é um cargo com funções muito variadas e comumente sem uma rotina específica. As atribuições vão desde atividades administrativas em escritório até atuação em campo junto a diferentes departamentos, como o Comando de Operações Táticas (COT), por exemplo.

Além disso, Agentes de Polícia Federal também exercem função de polícia de fronteiras, fazem emissões de passaportes e atuam em aeroportos, além de outras atividades envolvendo inteligência policial ou com foco no ensino e instrução.

→ Atividades do cargo de Escrivão

O Escrivão de Polícia Federal é responsável por documentar o Inquérito Policial, uma vez que tudo que faz parte e acontece no inquérito, deve ser registrado pelo escrivão. O desenvolvimento de documentos essenciais ao andamento dos processos em uma delegacia também faz parte de sua função.

→ Cursos Pós-editais Polícia Federal 2018

O Rico Domingues oferece um curso presencial avançado de resolução de questões CESPE. Uma metodologia diferenciada em que o conteúdo do edital é revisado e sedimentado a partir de questões. Assim, você aprende a “pensar como a banca”.

Nosso curso conta também com 4 simulados CESPE, o que será o grande diferencial nesse concurso. Afinal, como uma questão errada anula uma correta, o treino e a metodologia de como fazer a prova serão tão importantes quanto domínio do conteúdo.

Clique aqui para todas as informações dos cursos preparatórios para o concurso Polícia Federal.

Publicado em Concursos e Editais, Concursos Nacionais, Polícia Federal (PF), Segurança Pública | Marcado com , , , , , , , , , | Deixe um comentário