Como vencer a preguiça de estudar?

vencerapreguicadeestudar.png

Continuando com nossa série de posts com dicas de estudos para você se preparar melhor para concursos públicos, hoje falamos sobre como vencer a preguiça de estudar.

Essa dica foi apresentada em vídeo pelo professor Piccini, em seu canal Estudar e Aprender no YouTube. Trazemos para vocês os pontos mais importantes que foram expostos no vídeo. Confira:

O primeiro ponto é entender a diferença entre ter preguiça e estar desmotivado ou procrastinando. Tem preguiça quem sabe o que tem que fazer e não quer fazer mesmo assim, não sente vontade. Se você quer estudar e tenta, mas não consegue, você não tem preguiça. Talvez falte motivação e é isso que é preciso ser trabalhado.

Fizemos um post sobre como encontrar motivação para os estudos, clique aqui para conferir!

Estudar é um hábito e assim como qualquer outro, é preciso criá-lo e desenvolvê-lo. Ao começar algo que você não está acostumado a fazer, o primeiro passo é quebrar a barreira do desânimo e sair da zona de conforto. Mas, para ter sucesso, você precisa ir aos poucos. A maioria das pessoas desanima ao tentar estudar tudo de uma vez e ver que não é possível.

Desenvolver o costume de estudar é um processo gradual. Por isso, comece estudando apenas trinta minutos por dia por uma semana. Pode parecer pouco, mas é melhor estudar um pouco por dia, do que não conseguir estudar nada até quase o dia da prova. Escolha sua disciplina preferida e estude trinta minutos todo dia.

Aprender algo novo requer muito esforço do cérebro. Você precisa filtrar as informações, absorver o conteúdo, processar tudo e memorizar o que aprendeu e todo esse processo exige muita energia. Quanto mais conteúdo você tentar estudar, mais esforço o cérebro vai ter que fazer e isso acaba gerando um bloqueio. Por isso, você precisa ir aos poucos, para acostumar o cérebro com a carga de informações e novos conceitos.

Criar um hábito de estudo gradualmente é fundamental para obter sucesso. No começo, você precisará se forçar a estudar todo dia. Se chegar um dia à noite e você lembrar que ainda não estudou, pare por trinta minutos para estudar. Pode parecer que trinta minutos não vão fazer diferença nos seus estudos, mas no desenvolvimento da prática de estudar, isso é essencial. Depois de uma semana estudando trinta minutos todo dia, você começa a progredir pouco a pouco. No oitavo dia, a sessão de estudos passa a ser de uma hora.

Agora você já quebrou a acomodação e saiu da zona de conforto. A partir disso, você passa a desenvolver seu hábito e precisa da disciplina para mantê-lo. Na terceira semana, passe a estudar uma hora e meia todo dia. Você já pode começar a criar um plano de estudos e talvez estudar mais de uma disciplina ao dia.

Na próxima semana, faça uma sessão de estudos de duas horas. Você vai perceber que, em um mês, passou de não fazer nada para estudar duas horas todo dia. Você plantou a semente do hábito do estudo e a cada dia está fortalecendo esse costume. Quanto mais solidificado seu hábito ficar, mais fácil de estudar.

O importante é dar o passo inicial. Se a sua prova for aplicada nesse prazo de trinta dias, você vai ter conseguido estudar um total de 35 horas. Todo esse aprendizado poderia parecer muito distante quando você ainda não tinha iniciado a rotina de estudos. Trinta minutos parecia pouco tempo para estudar, certo? Mas sem esse início, você não conseguiria desenvolver esse hábito e, muito provavelmente, não teria conseguido estudar nada nesses trinta dias.

Ainda mais importante do que as 35 horas de estudos que você teve nesse período, é ter conseguido criar e desenvolver a rotina de estudar todos os dias. Assim, quando a próxima prova estiver a vista, seus estudos já vão estar encaminhados.

Confira a dica na íntegra no vídeo do Prof. Piccini, clicando aqui.

Esse post foi publicado em Concursos e Editais, Questões Desafio, Vida de Concurseiro e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s