Projeto de Lei pretende elevar para 10% a cota para mulheres na PM e CBMSC

bmscpmsc mulheres

O deputado Valdir Cobalchini, do PMDB, apresentou um projeto de lei que visa a elevar a cota mínima de mulheres nos concursos para a Polícia Militar e Corpo de Bombieros de Santa Catarina. O projeto já passou pelas comissões de Constituição e Justiça e a do Trabalho e Serviço Público e deve voltar para discussão ainda no segundo semestre de 2017.

O tenente Hugo Manfrin Dalossi, comandante do CBMSC, diz que em sua opinião não há diferença na capacidade de exercerem funções, tanto operacionais quanto administrativas, entre mulheres e homens. Ele afirma, ainda, que é contra a limitação de vagas para o sexo feminino e que todos deveriam concorrer em situação de igualdade.

Comandante do 18º BPM, em Brusque, o tenente-coronel Moacir Gomes Ribeiro também afirma não ver diferença na capacidade de exercer o trabalho entre mulheres e homens.

“Durante a formação todos os policiais, sejam homens como mulheres, passam pelas mesmas disciplinas acadêmicas (…) O que precisamos e exigimos é que venham policiais bem formados e éticos.”

Ainda de acordo com o tenente-coronel, a alteração na Lei não deve causar grande mudança, já que muitas vezes o percentual de mulheres nos batalhões acaba ultrapassando o 6%.

Fonte: O Município.

Anúncios
Esse post foi publicado em Institucional, Polícia Militar de SC (PMSC), Segurança Pública e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s